“Abri as portas ao redentor!”

02/12/2016 21:52

Abri as portas ao redentor!”

    Amados irmãos e irmãs: no ultimo dia 20 de novembro, celebrando a solenidade litúrgica da Festa  de Cristo Rei, o Papa Francisco encerrou o Jubileu Extraordinário da Misericórdia, fechando a   Porta  Santa  da  Basílica de São Pedro. O Ano Santo foi um tempo especial de graça para toda a Igreja, no mundo e para nós! As portas da misericórdia que estiveram abertas em todas as Dioceses e Arquidioceses foram símbolo  e representação da  passagem do povo de  Deus em busca  de conversão.

    Neste mês  em que celebramos o Natal de  Nosso Senhor  Jesus Cristo, relembramos  as  palavra do Papa Francisco : “Jesus  Cristo é o rosto da Misericórdia do Pai”.  Assim sendo, a misericórdia continua sempre presente na história da salvação da  humanidade. O ano Santo foi um grande convite para recordarmos sempre desta  misericórdia  encarnada e infinita.  Celebrando o Natal, vivamos esta oportunidade de nos reunirmos como Família  e nela sentir  o quanto Deus almeja que  sejamos unidos, pois  é através dela   que  o Pai continua  seu projeto de amor que  é  a criação da  humanidade.

    Para dizer  o quanto  a  família é importante,  Jesus   encarna-se  por  meio de uma Família:  Maria  e  José  que  abraçaram o projeto de  Salvação, colocando-se à disposição do Senhor  e  oferecendo  ao  Filho as  condições para que  pudesse crescer  em sabedoria, estatura e  graça diante  de Deus  e  na comunidade. O convite da Liturgia do Natal para nós é simples: abrir as portas  ao redentor,  da  mesma forma que abrimos   portas de  nossas casas aos familiares e amigos que vêm nos  visitar e celebrar  conosco a  alegria de sermos família.

    Abramos  as  portas  do coração a Jesus, acolhendo e oferecendo um lugar a Ele em nossas vidas,   para que vivamos o ano de 2017 sendo cristãos que refletem o amor misericordioso do Pai, no cuidado das  obras  criadas  e  na fraternidade para com todos. Para colaboradores, paroquianos, dizimistas, devotos, romeiros, para todos, em fim,  rogamos ao Bom Jesus conceder  feliz Natal e  santo Ano Novo.

Voltar